Pergunte ao Especialista

Envie a sua pergunta para o nosso especialista, Normando Alves. Deixe a Termotécnica Para-raios continuar fazendo parte da construção de seu conhecimento! .

156 Comentarios em “Pergunte ao Especialista

  1. Marcelo Figueiredo says:

    Prezado Normando,
    a) Para uma subestação de concessionária de 138kV, de onde saem diversos circuitos de distribuição para consumidores, é necessário o estudo do gerenciamento de risco para determinação da classe do SPDA, visto que esse local presta serviços essenciais para a população portanto evidencia a necessidade de proteção nível 1?
    b) Considerando a subestação descrita acima, localizada debaixo de linhas de transmissão, cujos cabos para-raios estão a uma altura superior a 25 metros, e supondo nivel 1, cujo raio da esfera é 20 metros, esses cabos proporcionam alguma proteção? As estruturas mais altas da SE estão a 9,5 metros e 12 metros do solo.
    Aguardo seus comentários,
    Obrigado

    • normando says:

      Marcelo, suas ponderações fazem sentido mas infelizmente não estão respaldadas pela norma, a minha sugestão é que vc faça o gerenciamento de risco e desenvolva o projeto com base nas informações do GR, inclusive na parte de documentação a norma exige a apresentação do GR.

      Abraços,

  2. sandro says:

    Boa tarde… em um empreendimento, onde existe vários blocos… mas cada um deles tem terá um nível de risco em virtudes das características de cada um… serão interligados à mesma malha de aterramento no terreno… está correto? … ou a malha de cada um deve ser independente?

    • normando says:

      Sandro,
      A principio malhas de outras edificações não necessa´riamnete deverão ser interligadas, porém se essa distancia for de poucos metros (3 ou 4 metros) a sugestão é interligar , porém não é obrigatório porque a norma quer é que cada edificação tenha todos seus serviços equipotencializados, ela não entra no mérito das vizinhanças.

      Abraços

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.